• Patuá de Couro Mandinga
  • Patuá de Couro Mandinga
  • Patuá de Couro Mandinga
patua-de-couro-mandinga-1-2

R$ 25,00

Disponível em compra pendente

Código: PDCM1

INFORMAÇÕES DO PRODUTO
Condição: Sob encomenda (1 dia)
Tamanho: tira de couro regulável
Patuá: bolsinha de couro de bode  4 cm x 3 cm c/búzio.
Cor: Couro natural/costura manual/ linha preta.
Peso: 25 gramas
Produzido por Biagio Grisi

Outras Cores de couro: Amarelo, azul, vermelho, verde, preto, café, laranja, preto, roxo, vinho e natural.

Cores de Linha: Azul, Amarela, Bege, Branca, Café, Preta, Verde e Vermelha.

Produto confeccionado em couro de bode natural, curtido e tingido artesanalmente, sem prejudicar o meio ambiente.

Solicitamos ao cliente, não esquecer de informar todos os detalhes que deseja em seu PATUÁ, evitando insatisfação quando do recebimento do produto.

Disponível por encomenda

Comparar

Patuá: Quem pode com mandinga tem o seu!

Patuá de Couro Mandinga

Os nossos PATUÁS são feitos em Campina Grande na Paraíba, Nordeste do Brasil. Usamos couro de boi ou bode na confecção da bolsinha e BÚZIO. Quando você adquire um produto FURLÃO, está levando uma peça para durar anos, se você souber usar.

VISITE O NOSSO BLOG E SAIBA MUITO MAIS!

Aqui, você faz a diferença!

Quem não tem curiosidade em saber o que venha ser um patuá? Na maioria das vezes, sempre que escutamos a palavra mandinga somos levados a pensar que essa palavra surgiu para se referir a feitiço, até como sinônimo, não é mesmo? Realmente, essa palavra tem certo feitiço, mas não é tão simples assim.

Mandinga era um grupo africano do Norte que por sua proximidade com os árabes acabou se tornando um grupo que tem por base a lei dos muçulmanos.

Com o desenvolvimento do tráfico negreiro, muitos negros mandingas vieram para as Américas, vítimas da ambição dos brancos. Como os negros mandingas eram muçulmanos, muitos desses escravos sabiam ler e escrever em árabe, além de conhecer a matemática melhor do que os brancos, seus senhores.

Hístória e Mitos

Este estado superior da cultura dos mandingas, fez com que esses negros com conhecimentos maiores que a maioria dos brancos da época, fossem rotulados pelos brancos como feiticeiros forçando um afastamento cada vez maior do negro junto à sociedade branca, passando a expressão mandinga a sinônimo de feitiço.

Por outro lado, os negros que praticavam o culto dos orixás eram vistos como infiéis pelos negros muçulmanos. Os negros muçulmanos tinham um tratamento muito diferenciado pelos seus senhores da época. Aproveitando dessa rivalidade e precisando passar aos mandingas funções superiores devido à sua falta de conhecimento, os brancos faziam de tudo para aumentar cada vez mais a rivalidade entre os negros muçulmanos e os outros negros africanos.

Um grande exemplo e que era rapidamente percebido dessa diferença era quanto à alimentação e à prática da religião. Os negros mandingas possuíam uma alimentação mais selecionada enquanto os outros negros comiam restos dos seus senhores. Aos negros muçulmanos era permitido a não ingestão de carne de porco pois sua religião não permitia e, para aumentar e separar esses negros em dois grupos cada vez mais rivais, aos outros era obrigatório a ingestão de carne de porco e seus restos.

Peso 0.300 kg
Dimensões 18 x 27 x 09 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Patuá de Couro Mandinga”

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar para o topo